segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Aquecimento Global - Aqueles mails

Muito se tem escrito a propósito dos e-mails que vieram a lume.
Aconselho qualquer um que se queira volta a pronunciar a esse respeito (como os Ricardos que aqui escrevem*) a ver este pequeno video sobre esse assunto:



* ;)

9 comentários :

  1. Ricardo:

    Não me parece. Cada um dos argumentos está bem fundamento, e o próprio video desafia quem discorda a contradizer qualquer dos argumentos:

    -Se existe alguma passagem mais suspeita que aquelas que são amplamente citadas

    -Se "truque" não é uma palavra bastante utilizada na literatura

    -Se aquilo que estava escrito no segundo mail não tinha de facto sido publicado num artigo ao qual o mail faz referência

    -etc..


    O autor parece-me bastante justo.

    ResponderEliminar
  2. eu acho que colocar o video em inglês é direcionar a pergunta a somente aqueles que dominam a língua =\

    ResponderEliminar
  3. Adenda:

    «Se existe alguma passagem mais suspeita que aquelas que são amplamente citadas»

    E qual é essa, ao certo.
    De outra forma, é fácil dar uma resposta positiva.

    ResponderEliminar
  4. Thalii:

    Vou procurar alguma tradução portuguesa do video.

    Infelizmente não creio que tenha disponibilidade para traduzir.

    Se tiver, começo pelos primeiros da série, que valem mais a pena. Este é apenas sobre a polémica recente dos mails, enquanto que os primeiros dão um enquadramento geral.

    ResponderEliminar
  5. Eu vivo nos EUA há 11 anos e ainda não me consegui habituar à estupidez histérica destes anormais: Glenn Beck, Rush Limbaugh, Bill O'Reilly, Sean Hannity, Anne Coulter... são dezenas de mongolóides reaccionários, histéricos, ignorantes e inacreditavelmente atrevidos, que acreditam que a Terra tem 6 mil anos e que são adorados por milhões de desgraçados que vivem em trailer parks, com crianças ranhosas e descalças à volta e bandeiras da Confederação nas paredes (e pelo José Manuel Fernandes).

    ResponderEliminar
  6. joão vasco, nesse caso talvez ler alguns dos emails ajude:

    http://motls.blogspot.com/2009/11/hacked-hadley-cru-foi2009-files.html

    eu diria que é melhor começr por aí. e, depois disso, podemos voltar a tentar fazer ciência e esperar pelos resultados da CLOUD.

    ResponderEliminar
  7. Ricardo:

    Eu li alguns emails, se bem que não todos os que estão na página que me recomendaste porque não tenho tempo nem paciência para isso.

    Sinceramente, não vejo nenhuma "smoking gun". Vejo alguns mails não muito abonatórios para os cientistas que os escreveram, a menos que estes ofereçam alguma explicação para o que está lá escrito: é preciso ver que cada email está inserido num contexto que não conhecemos.

    Mas no geral, aquilo que eu vejo, até nos próprios e-mails que citam como provas incriminatórias, é a convicção, por parte de quem escreve esses emails, de que eles estão certos de que a sua posição é a correcta. Da conspiração "vamos defender uma teoria falsa para ganhar mais dinheiro" vejo muitos emails destacados como incriminatórios que mas facilmente mostram o oposto.

    Usar "truques" para esconder isto e salientar aquilo é realmente linguagem muito suspeita. Mas são coisas que podem fazer sentido nos seus contextos.
    Eu imagino escrever um mail na minha área em que são ditas coisas semelhantes, sem qualquer desonestidade ou má ciência da minha parte. Tirado do contexto poderia parecer isso, e explicado o contexto tudo bem.

    Curiosamente é precisamente isso que o video mostra. Em particular o outro que está a discordar dos seus colegas de trabalho, e a fazer-lhes referência em privado ao que escreveu num artigo publicado.

    Esse e-mail parece "suspeito" fora do contexto, e por isso tem sido tão citado. Mas uma vez explicado o contexto, acontece precisamente o contrário: a teoria dos inúmeros cientistas de má fé (quase todos os climatologistas, alegadamente) fica mais complicada de defender.

    ResponderEliminar
  8. Joao Vasco:

    É como dizes. Não ha evidencia nenhuma de conspiração. Na pior das hipoteses ha a proav de uma rede social. E ha a sugestão de que alguma informação é guardada longe dos cepticos.

    so vi metade do teu video. É muito bom, como o resto da série. Assim qeu puder vejo o resto.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.