quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A Oeste Nada de Novo

Mas mesmo assim, isto é interessante: As religiões nos EUA e o rendimento médio dos crentes. Como é sabido, judeus e indus são os praticantes com mais dinheiro. E os evangélicos e jeovás, a plataforma de apoio do George W. e da Dona Sarah Palin, os mais pobres.

Julgo que os rendimentos se referem a agregados familiares e não a indivíduos (estaríamos lindamente se 18% da população ganhásse mais de $100k por ano, mas não é assim).