segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Revista de blogues (21/12/2009)

  1. «Manuel Alegre e a corrente de opinião socialista estão de parabéns. Através da sua revista (www.opiniaosocialista.org) e do livro agora lançado ("Ideias para Grandes Decisões", ed. Campo da Comunicação), que compila alguns dos artigos que aí foram publicados sobre trabalho e seus direitos, escola pública, crise e política económica alternativa e corrupção e urbanismo, contribuíram para consolidar ideias válidas: da apropriação pública das mais--valias urbanísticas à defesa e à valorização dos serviços públicos, passando pela denúncia fundamentada de um Código de Trabalho que aumenta a discricionariedade empresarial e reduz os salários ou pela defesa de um Estado-estratego dotado de instrumentos para promover o sector dos bens transaccionáveis.
    Manuel Alegre defendeu recentemente que está na altura de "repor o primado da política e da solidariedade sobre os egoísmos e os grandes interesses". O combate por um socialismo que só pode ser democrático e a defesa de um patriotismo progressista e cosmopolita, ancorado numa ideia de comunidade política inclusiva, revelam uma aguda percepção de que só as ideias podem superar interesses mal orientados
    .» (Ladrões de Bicicletas)
  2. «Pacheco Pereira não participa no debate. Aliás, Pacheco Pereira nunca participa em nenhum debate. Nem neste nem noutro qualquer. Pacheco Pereira finge que analisa debates para catalogar cada um dos participantese (independentemente do que eles digam ou escrevam) e assim condicionar opiniões – é esta a confiança que tem no juízo crítico dos seus leitores. Neste caso, divide a esquerda em três: os que são socratistas (Pacheco nunca deixa de surfar na espuma dos dias) – e por isso anónimos e assessores –, os que não sendo socratistas um dia o vão ser – e por isso oportunistas e quem sabe futuros assessores e até anónimos – e a verdadeira esquerda.» (Arrastão)