quarta-feira, 13 de maio de 2009

Herói

Eliot Spitzer é um herói. A carreira política dele acabou com uma vendeta do lobby dos bancos e do partido republicano. A mando dos bancos, Bush mandou o FBI investigar-lhe a vida até encontrar uma relação extra-conjugal com uma flausina que custava 10k por hora. Os jornais fizeram o resto.

Nos EUA puritanos há dois tipos de políticos: os que já foram apanhados com prostitutas (ou prostitutos, no caso dos pastores evangélicos) e os que ainda não foram.

Mas Spitzer deu uma entrevista que eu vou ouvir logo que possa e que explica a crise económica com muita simplicidade (pelos comentários que li).