quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O ponto triplo da água e a «Santíssima Trindade»

Meti-me num debate noutro blogue com o intrépido Jónatas Machado. Como tudo o que o envolve no blogue do Ludwig, já passa dos cem comentários.

Mas enfim. Ao fim de muita prosa, estou a chegar à conclusão de que afinal há harmonia entre ciência e teologia. Por exemplo, o ponto triplo da água é só uma representação da «Santíssima Trindade». O «Espírito Santo» é o estado gasoso (porque anda por toda a parte); o «Filho», como é um condensado do «Espírito Santo» no útero de Maria, deve ser o estado líquido; e o «Pai», bom, há-de ser de gelo, porque deixou o «Filho» morrer sem fazer nada.

Fica o desabafo.