domingo, 25 de janeiro de 2009

A Idade Média

O idiota do partido da liberdade e democracia na Holanda vai a tribunal por insultar "os muçulmanos" com este filme, que o fundamentalista cristão Balkenende aplaudiu imediatamente. O muçulmanos responderam com este filme, que é uma expressão muito tímida das brutalidades dos cristãos.

O PVV é um partido horrível e Balkenende - apoiante entusiasta de Bush e da invasão do Iraque e criacionista assumido - devia calar o bico. Mas esta histeria à volta de um filme onde nada é inventado dá que pensar. Parece que o pessoal não gosta que se fale de coisas chatas e de fundamentalistas. Enterrar a cabeça na areia não me parece uma estratégia muito inteligente. Os fundamentalistas são uma expressão muito real das religiões todas e metem bombas e matam pessoas sempre que podem.

Eu esperava que todos os muçulmanos aplaudissem todos as críticas a estes tarados e apoiassem todos os esforços para os denunciar e combater.

Mas parece que não. Parece que os muçulmanos se sentiram insultados. E parece que europeus preferem que não se fale de coisas chatas: homossexuais enforcados, mulheres apedrejadas, crianças brutalizadas, atentados terroristas contra civis, incitações ao ódio mais selvagem e discursos trogloditas contra a liberdade, a democracia e os Direitos do Homem.

Eu acho que estes trogloditas têm de ser identificados e reprimidos.

Não tenho dúvidas de que Geert Wilders é um anormal. Mas o filme dele é um documentário importante sobre os extremistas muçulmanos. Um filme que toda a gente devia ver.