quarta-feira, 26 de novembro de 2008

God is Not Great

Comecei ontem a ler este livro formidável de Christopher Hitchens, que devia ser obrigatório nas escolas, a par com as aulas de religião. Eu julgava que tinha uma boa ideia sobre a violência disfuncional das religiões e as situações horríveis que a superstição propicia.

Mas este livro é eloquente. Filho de um pai baptista e de uma mãe judia, ambos apostatas, e educado anglicano (acho eu), Christopher Hitchens conta-nos histórias horríveis de ódio e supertição, doenças e práticas médicas e dietas absolutamente idiotas, inspiradas por ideias infantis de pureza, muitas vezes com resultados letais. Os Jeovás e as transfusões, por exemplo, ou a circuncisão feminina entre muçulmanos, ou a prática de alguns judeus ortodoxos que retiram o prepúcio às criancas com a boca, provocando infecções e herpes entre as crianças em quem estas mutilações medievais são praticadas.

Ainda só li 3 capítulos e já tenho pena de não ter tempo para copiar para este blog várias páginas. "God is not Great" é um livro obrigatório.