terça-feira, 18 de novembro de 2008

Fugiu-lhe a boca para a verdade...

Anda aqui uma pessoa cheia de boa vontade, a tentar acreditar que a direita se moderou, se democratizou, que já não tem saudades do salazarismo, e depois aparece a Manuela Ferreira Leite com esta:
  • «E até não sei se a certa altura não seria bom haver seis meses sem democracia, mete-se tudo na ordem e depois então venha a democracia» (Público).

Ora bem. Uma ditadura provisória? Provisória quando começar ou quando acabar? E para durar quanto tempo? E com quem? Com a Manuela como ditadora? Ou outro(a)? São só perguntas inocentes. Por enquanto ainda se podem fazer. Se a Manuela partir para a ditadura, já não sei se as poderemos fazer...