quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Escândalo BPN já chegou à Madeira

O escândalo BPN, onde já saltaram os nomes grandes do cavaquismo, chegou agora à Madeira. Descobriu-se também que a campanha presidencial de Cavaco foi financiada com 100 mil euros dos senhores deste banco que se enganava, quase sistematicamente, nos valores correctos das vendas que fazia:
  • «A ERGI foi vendida em Dezembro de 2006 ao grupo brasileiro WTorre, por 135 milhões de euros. Mas no relatório e contas desse ano, a administração do BPN refere um encaixe de apenas 5,5 milhões de euros com a operação, o que significa que os restantes 129,5 milhões de euros não foram incluídos nas contas do banco.» (Público)

A imaginação voa quando se põe a pensar onde foi parar tanta bagalhoça... Projectos caritativos, sem dúvida.