segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Na-cio-na-li-zar: o verbo que regressa

Eis um verbo que há muito não era conjugado: nacionalizar. 2008 é o ano em que o Reino Unido nacionalizou um banco em Fevereiro, nacionalizará outro agora, os EUA-farol do neoliberalismo nacionalizaram (e nacionalizarão), e os governos do Benelux também redescobriram as virtudes do controlo estatal da economia. Apesar de estas serem nacionalizações dos prejuízos, a evidência de que a intervençao estatal na economia é imprescindível permitirá necessariamente retirar outras consequências.

Apanhados desprevenidos, a maior parte dos políticos parecem ainda não ter tirado as suas conclusões. Seria este o momento indicado para o regresso a uma social-democracia renovada, que se demarcasse da esquerda neoliberal e da esquerda estalinista. Quem se chega à frente?